funto-site-leo-escuro-3.png

seja nosso parceiro agora e ganhe um desconto especial!

  • Ivan Bezerra

Caparaó - ES recebe nesse 02 de Fevereiro registro de Denominação de Origem para o café Arábica

Atualizado: Fev 5


Revista INPI - Concessão de registro para DO Caparaó e fase de mérito para DO Matas de Rondônia

O processo de estruturação da Indicação Geográfica (IG) de Denominação de Origem (DO) do Café do Caparaó, iniciado no fim de 2015, foi concluído nesse dia 02 de fevereiro de 2021, com a concessão do registro pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).


A área geográfica da DO do Café do Caparaó envolve dez municípios capixabas e seis mineiros. O processo de concessão de registro envolveu representantes do Sebrae/ES, Institutos Federal do Espírito Santo (IFES) campus Alegre e Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Associação dos Produtores de Cafés Especiais do Caparaó (Apec) e prefeituras dos municípios.


A expectativa dos produtores é que o reconhecimento pelo INPI agregue mais valor ao produto, ajudando a desenvolver de forma sustentável a economia local.


O registro confirma a vocação das montanhas para a produção de cafés especiais. Estima-se uma produção superior a 1,2 milhão de sacas de café Arábica por ano, sendo destas, 350 mil sacas de cafés especiais, com notas que superam os 80 pontos. São grãos com corpo e acidez marcantes e muita doçura.

Registro de Denominação de Origem para Café Arábica Caparaó - ES

Sobre IG


O selo da Indicação Geográfica reconhece reputação, qualidades e características que estão vinculadas ao local onde o produto é conhecido. Este registro comunica ao mundo que a região se especializou e tem capacidade de produzir um artigo diferenciado e de excelência.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo