funto-site-leo-escuro-3.png

seja nosso parceiro agora e ganhe um desconto especial!

  • Ivan Bezerra

Publicado registro de Indicação de Procedência de Artesanatos Têxteis para Resende Costa - MG

Informações: INPI

A capital mineira na arte de tecer, Resende Costa - MG,  é Indicação de Procedência para Artesanatos Têxteis - Foto: Asseturc.
A capital mineira na arte de tecer, Resende Costa - MG, é Indicação de Procedência para Artesanatos Têxteis - Foto: Asseturc.

O INPI publicou hoje (dia 10/08), na Revista da Propriedade Industrial (RPI) 2640, a concessão da Indicação Geográfica Resende Costa - MG, da espécie Indicação de Procedência, para artesanatos têxteis produzidos por tear e produção manuais.


A região reconhecida pelo Instituto abrange a zona rural e urbana daquele município de Minas Gerais. O pedido foi depositado em 8 de abril de 2020 pela Associação das Empresas do Turismo e do Artesanato de Resende Costa (ASSETURC).


A partir desta concessão, as Indicações Geográficas no INPI passam a totalizar 97, sendo 29 Denominações de Origem (20 nacionais e nove estrangeiras) e 68 Indicações de Procedência (todas nacionais).


O artesanato têxtil


Com base na documentação apresentada ao INPI, a identidade e tradição formadas em torno da produção artesanal de tecidos em tear se deram por importante processo histórico-cultural da atividade na economia da cidade pela sucessão de gerações de tecelões. Isto garantiu o reconhecimento legal de Resende Costa como Capital Estadual do Artesanato Têxtil, com a promulgação da Lei Estadual nº 23.770/2021.


A qualidade dos produtos alcançou fama nacional, com grande parte da produção sendo comercializada em outros estados do País, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro, além de gerar grande fluxo de turistas para o município. Como reconhecimento da importância dos teares, o Conselho Municipal de Patrimônio e Cultura de Resende Costa registrou o artesanato como bem cultural imaterial do município. A iniciativa marcou um passo importante para a preservação do artesanato e da história da cidade.


Segundo o requerente da IG, para o funcionamento da produção de um artesanato têxtil do tear, existem atividades que são cumpridas por aqueles que são responsáveis por buscar matéria-prima em outras localidades, os que revendem, os que transformam essa matéria-prima para que possa ser utilizada na tecelagem, os tecedores e aqueles que comercializam os produtos. Dessa forma, cerca de duas mil pessoas, ou 17,33% dos habitantes de Resende Costa, estão envolvidas diretamente na produção por tear manual, seja na costura, no acabamento, na preparação da matéria-prima ou em outras etapas do processo.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo